We are back :) Se eu me casasse hoje... #Inês Mcg

We are back :) Se eu me casasse hoje... #Inês Mcg

September 19, 2017

 

Sim estamos de volta :) e já tínhamos imensas saudades! 

Entramos neste novo ciclo de coração cheio, cheio de Amor, cheio de alegria e novas aventuras! 

Neste dois meses que estivemos ausentes, muitas coisas boas se passaram e foram tempos de muitas aprendizagens!

 

Uma delas foi o concretizar de um sonho, ter um atelier novo :) Novinho!! Cheio de toucados e peças para as nossas noivas, convidadas e meninas das alianças! Tudo feito com muito amor para quem nos visita neste novo espaço!

 

Temos imensas novidades para vos contar, mas não podemos contar tudo de uma vez ;) gostamos de criar suspense! Somos assim …muitoooo misteriosas! ;)

 

Vamos recomeçar em grande :)  com a publicação da experiência de um dia de sonho e cheio de peripécias da querida Inês.

 

O texto foi escrito pela própria e está repleto de partilhas e Amor…sim muito Amor… porque a vida é mesmo para ser assim vivida, cheiaaa de AMOR!!!!

 

 

 

Fala-nos um pouco sobre ti, quem és tu?

 

Sou detalhista, exigente, curiosa… Em suma, uma chata! De resto, descobri que estou sempre entre a modernidade e a tradição. Dedico-me a tudo o que faço, embora não leve nada demasiado a sério.

 

Se tivesse que escolher apenas uma palavra para definir o meu casamento seria

 

Sem dúvida - bonito.

 

A memória mais divertida que tens do teu casamento é…

 

Várias, mas conto a mais insólita. No dia de manhã decidi ir sozinha ao Guincho. E eis que começo a ouvir uma voz: “Inês?!”. Era o Gonçalo (noivo). Pensei: estou a delirar, é isto que é o stress, até me pareceu vê-lo ao fundo – mas sou míope, estava nublado e seria coincidência a mais. Desvalorizei e continuei. Mas era mesmo ele, de prancha na mão! Fugi a sete pés e só nos voltámos a ver na igreja, não fosse a superstição tecê-las. 

 

De resto, caiu-me o espelho em cima, durante a maquilhagem (mas não partiu). Acontece que me acertou em cheio na tíbia, e a moldura era de osso! Como não havia gelo, lá fui eu de saco de couves congeladas em punho, até à igreja.

 

Se te casasses hoje… O que mudavas?

 

Teria nomeado três pessoas que me conhecem bem com duas tarefas muito específicas – alguém responsável pela igreja (como era muito pequena, distribuir melhor as pessoas), e alguém responsável por controlar os timmings do jantar e que fizesse essa comunicação. Como sou um pouco “control freak” teria conseguido descontrair mais.

 

 

Se te casasses hoje… Que vestido usavas?

 

Este da self-portrait, em branco, ou este da Juana Rique - que é um pouco da mesma família. Apetecia-me um vestido de Primavera-Outono e gosto de uma certa ambiguidade ou irreverência que este género camisa, um pouco mais masculino, acata. Se casasse no inverno levava uma capa. Gosto de vestidos que, sem o véu e o ramo, até possam não ser "de noiva”.

 

 

 

 

 

 

Se te casasses hoje… Que toucado usavas?

 

Amo o toucado que usei no dia. Mas, se casasse com um destes vestidos / camiseiros, apostava na coroa Hane. É muito feminina e dá alegria e presença ao conjunto. Se fosse pela versão capa e Inverno, talvez escolhesse o Chyio, ou o Ume. Exotismo no frio!  

 

 

 

 Se te casasses hoje… Que penteado escolhias?

 

Gosto muito solto, natural. Para um ar mais arranjado, mesmo solto, arriscava e levava um corte médio-curto. Ficava mesmo bem com a coroa! 

 

 

 

 

Se te casasses hoje… Que espaço escolhias? (sem limites no budget :p)

 

O Palácio Marquês da Fronteira no sopé de Monsanto. Quis fazer lá a festa, mas já não havia vaga para os sábados possíveis. Tem uns jardins fantásticos e uma atmosfera encantadora.

 

Qual foi o teu maior erro a planear o teu casamento?

 

Querer controlar tudo – Dos textos bíblicos às flores. Também porque o budget era limitado e quis transformar a abóbora na carruagem da princesa. Há coisas que não têm muita importância e no meio de tanta logística, esquecemo-nos do essencial – que é a presença dos dois. Tudo o resto é acessório.

 

 

Que conselho dás às noivas, para que o dia corra super bem?

 

É um dia super importante, mas não é o último dia importante das nossas vidas. Têm que se sentir bem – por isso sejam uma forma exagerada de vocês mesmas - e não oiçam muitas opiniões. Não é preciso muito e às vezes a simplicidade é a melhor escolha.

 

 

 

 

Uma mensagem impera em todas as nossas noivas que, connosco partilham fotos e experiências: 

 

Porque é sem duvida um dos dias mais importantes e cheios de detalhes da nossa vida, não podemos querer controlar tudo, desfrutem ao máximo, olhem nos olhos de quem amam, dos amigos e familiares e vejam a alegria do momento!!

 

Beijinhos 

 

Cata 

 

P.s. Obrigada por tudo querida Inês :)

 

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

POSTS RECENTES

October 27, 2017

April 20, 2017

March 20, 2017

Please reload

ARQUIVO
Please reload

REDES SOCIAIS
  • Grey Facebook Icon
  • Grey Instagram Icon

SUBSCREVA A NOSSA NEWSLETTER

CONTACTE-NOS!

info@catavassalo.com

 

SIGA-NOS!

  • Grey Facebook Icon
  • Grey Instagram Icon

© 2018 CATA VASSALO  |  Proudly developed by wee-doo.com

0